alimentação

Blog Lalabee

Compartilhar

Comments 29

  1. Louise Clair da silva

    olá, minha funcionária come com a gente na mesa , nos exigimos que ela chegasse as 7 ela só chega às 6 horas, quando recebo visita, ela atende mal as visitas empurrando, respondendo, o que pede para ela fazer ela não faz, não aceita receber ordens,entrou aqui a 4 anos e nunca quis assinar a carteira de trabalho e no dia que trouxe jogou na cara da gente,e o pior que ela ela está doente comprovada por exames e tudo, foi negado a ela a aposentadoria 3 vezes,agora ela simplesmente não vem dia de sábado, e a 15 dias porque minha filha e eu pedimos para ela fazer 2 coisas ela pegou um pacote de macarrão e arremessou para bater na cara da minha filha,e repreendenos ela, os boletos ela não quer assinar todos, e quer nos obrigar consequentemente se negando a ficar com ela o que fazemos ?

    1. Lalabee

      Oi Heloisa, tudo bem?
      Não há necessidade de registro da informação de horas extras na carteira de trabalho e nem no eSocial.
      Na verdade você deverá pagar 10 horas extras por semana, pois ela estará fazendo 2 horas a mais do horário que costumava fazer.
      Para comprovação dos horários trabalhados, quanto o do intervalo, é obrigatório desde 10/2015 a marcação dos horários em folha de ponto.
      Se a funcionária trabalhar no período de intervalo, este período é contado também como hora extra.
      Para evitar problemas, você deve fornecer a folha de ponto para que a funcionária anote seus horários todos os dias.
      Atenciosamente,

      Marinês
      rb.mo1575583898c.eeb1575583898alal@1575583898otatn1575583898oc1575583898

  2. Angela Zaragoza

    Boa tarde,

    A minha empregada faz o almoço e nós duas nos servimos juntas no mesmo horário e nos sentamos juntas. Minha dúvida é como poderia eu provar que ela sempre almoça comigo no futuro, caso ela me processe por “não haver almoçado nunca”?

    Grata

  3. zalmir Scheidt

    Boa tarde!
    Contratei uma empregada doméstica. O contador não foi bem claro nesta dúvida que agora externo à nobre consultora do site: Forneço alimento – café da manhã e almoço- na mesa com a família. Se alimento com o mesmo nível alimentar da família nas duas refeições citadas. (Entra às 08:00 e sai às 05:00h) . A dúvida é: como devo proceder para evitar que ela venha reclamar – hipótese -, no futuro, vale refeição?

  4. Fernanda

    Eu tenho duas funcionárias. Uma se alimenta dos alimentos da minha casa e a outra traz marmita da casa dela. Eu posso oferecer o complemento da cesta básica somente para uma funcionária?

  5. Raquel Moura

    Boa tarde.
    O vale-refeição tem que ser em dinheiro ? Existe uma empresa que forneça o vale-refeição em cartão, considerando somente 1 funcionário ?
    Obrigada.
    Raquel.

  6. Ariane Gomes

    Boa tarde. Posso oferecer cesta básica para que a doméstica traga de casa seu almoço?

  7. mirella souza nogueira costa

    Minha empregada dorme no trabalho.
    Após o término da jornada de trabalho de 8h, ela não é mais chamada para nada, ela vai para o quarto dela e lá fica até o outro dia.
    Tenho que fornecer jantar para ela? Posso descontar essa alimentação?

  8. Clara

    Pra mim tá super complicado, pois minha empregada chega pela manhã e toma café igualmente ao meu, eu mesma preparo, lancha antes do almoço, almoça, lancha e Ainda come fruta antes de ir embora. Agora observei que come os lanches de minha filha, iogurtes, o feijão que sobra do almoço ela tá levando e eu tô super chateada com isso, pois pago salário corretamente com tudo que tem direito e me sai super cara desse jeito. O pior é que tá difícil arrumar pessoa 100% acho que não existe, todas tem algum defeito, ou não limpa direito, não sabe cozinhar algum defeito tem.. o fato é que eu gostaria que ela mesma se tocasse pois me sinto constrangida em Dakar pra uma pessoa, uma coisa tão óbvia.

  9. Sônia

    Se o empregador tem a obrigatoriedade de fornecer alimentação, não ficou claro p mim ” a doméstica trazer alimentação de casa”. Mas, por lei, a obrigatoriedade é do empregador, não é?

    1. Post
      Author
      Equipe Lalabee

      Bom dia Sonia, tudo bem?
      O que a lei diz ser obrigatório é que o intervalo seja concedido e não quanto ao fornecimento do alimento.
      Atenciosamente,
      Equipe Lalabee

  10. Neusa Barea Ishibashi

    Boa noite, a minha empregada come da minha comida, eu tenho que dar cesta básica para ela?

    1. Post
      Author
      Equipe Lalabee

      Bom dia Neusa, tudo bem?
      A cesta básica é um benefício optativo não é obrigatório e independente do fornecimento da refeição.
      Atenciosamente,
      Equipe Lalabee

  11. Luzia L Gebrim

    A minha empregada chega as 8:00 horas, toma café, come de tudo que é servido aos patrões, depois toma um lanchinho rápido ás 10:00 horas, almoça ao meio dia e lancha às 15;30, antes de sair.

  12. Marcio Simões

    Sim, eu já tinha conhecimento sobre o intervalo intrajornada para alimentação e repouso estabelecido pela LC 150/2015.
    Quanto à alimentação, nossa auxiliar se alimenta com o mesmo cardápio que ela mesma preparou para toda a família.

    1. Post
      Author
      Equipe Lalabee

      Bom dia Marcio, tudo bem?
      A alimentação pode ser tratada da forma que for melhor para as partes. Existem pessoas que optam pelo vale alimentação ou refeiçao devido ao fato da ausência neste período.
      Atenciosamente,
      Equipe Lalabee

  13. Angela

    Essa questão é muito delicada. Muito difícil ter alguém trabalhando na tua casa, com acesso à geladeira, à despensa e à fruteira, e estabelecer limites, sem algum tipo de constrangimento. Sei que muitas pessoas conseguem isso e são felizes, mas eu ficaria constrangida de comer algo sem oferecer a alguém, mesmo que por educação…rs…. Não se trata de mesquinharia, mas o custo com a alimentação é algo considerável.
    Minha empregada toma o café da manhã quando chega para trabalhar, sempre que tem bananas disponíveis na fruteira ela come uma no intervalo entre o café e o almoço e mais uma no intervalo do almoço e do café da tarde. Sim, ela toma o café da tarde antes de ir embora.
    No café da manhã e no café da tarde ela se serve de pão, margarina e mussarela. E sei que foi um erro ter oferecido mussarela num dado dia. Virou um hábito.
    Ofereço Vale Refeição em dinheiro para que ela almoce na área de alimentação do supermercado que tem em frente a minha casa.
    Tentei oferecer a minha própria refeição, mas foi um desastre!!! Eu mesma cozinho e percebi que teria que passar o resto da minha vida cozinhando para dar conta do consumo. Daí optei pelo Vale Refeição, no valor de R$ 12,10.

    1. Post
      Author
      Equipe Lalabee

      Boa tarde Angela, tudo bem?
      Realmente é delicado!
      O que consta é que o empregador deve fornecer o Vale Refeição, que é o seu caso, ou o mesmo deve forncer ambiente propício para que o empregado possa esquentar o seu alimento.
      Atenciosamente,
      Equipe Lalabee

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *